Posts tagged ‘post ‘




Eu..

Falar sobre mim é um tanto complicado, mas se me perguntar responderei somente a verdade… mentir seria em vão, sou péssima atriz.

Gosto de resolver meus problemas sozinha, dificilmente envolvo alguém neles,se não puder resolver paciência…nem tudo está ao meu alcance… sou muito controladora para perder meu tempo com questões incontroláveis^^

Aquilo que eu desejo hoje, pode não ser o mesmo amanhã. Não, não sou inconstante…sou realista e pratica!

Me prejudico muito por me envolver verdadeiramente com tudo, devia ser mais fria….cometeria menos erros e as pessoas iam parar de me entender errado ¬¬’

Tenho talento para estragar momentos românticos com historias infames ^^”

Gosto do acaso…ele burla minhas manias perfeccionistas de capricorniana e proporciona agradáveis surpresas.

Não tomo decisões precipitadas, não mais pelo menos…rs… não desisto de algo sem um bom motivo. Quando decido algo não sinto vontade de voltar a trás…nisso até meus sentimentos são práticos!

Sou orgulhosa, mas venho trabalhando esse aspecto…procuro não me deixar dominar por isso.

Reconheço meus defeitos, mas já ouviram dizer que eliminando seus defeitos pode estar eliminando o que há de melhor em você? Pois é, eu acredito nisso…

Se vai me amar, ame por inteira…amar apenas partes pode ser frustrante demais! Principalmente, se amar apenas uma das minhas fases… problema freqüente entre as pessoas que além de não me entenderem, me interpretam mal…

Para encerrar…segue um poema de Clarice Lipector que me descreve muito bem:

“…É curioso como não sei dizer quem sou.
Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer.
Sobretudo tenho medo de dizer porque
no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto
como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo…
Sou como você me vê.
Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania,
Depende de quando e como você me vê passar.
Não me dêem fórmulas certas, por que eu não espero acertar sempre.
Não me mostrem o que esperam de mim, por que vou seguir meu coração.
Não me façam ser quem não sou.
Não me convidem a ser igual, por que sinceramente sou diferente.
Não sei amar pela metade.
Não sei viver de mentira.
Não sei voar de pés no chão.
Sou sempre eu mesmo, mas com certeza não serei o mesmo pra sempre”

Add a comment 01/04/2010

Olá^^

 Outro dia maravilhoso nesse meu mundinho rosa e lilás… a rotina do dia-a-dia é tão enfadonha que resolvi deixá-la de lado…talvez vez ou outra poste algo aqui, mas só que for realmente relevante…^^

quando liguei o laptop essa noite, estava certa do que ia postar aqui, as palavras já haviam sido escolhidas e tudo mais, mas, no espaço de tempo em que levei pra acessar o blog me ocorreu que começar a despejar aqui sem nenhum critério o turbilhão de idéias e sentimentos que me ocorrem hoje seria no mínimo negligenciar a mim mesma…então, antes que eu comece a dar vôos mais altos, vamos ao principio…como deve ser!

 Sou uma mulher de 21 anos, constantemente em crise, já estive a beira de um colapso nervoso mais de uma vez (várias vezes…rs), minha autoestima tem efeito gangorra, detesto espelhos e concordo com quem diz que eles roubam a alma, porque se analisarmos bem, essa afirmação não é assim tão absurda!

 Bom, mas esse é tema de algum outro post…rs…continuando…

 Dispersa, sim eu sou muito dispersa. Minha vida emocional tem sido uma sucessão de fracassos até hoje, mas isso ainda não me impediu de buscar a minha felicidade^^

Acredito em anjos, minha flor favorita são as Damas da Noite, não posso comer chocolate =/…sou professora e bailarina de danças árabes e a dança é uma das minhas grandes paixões! Amo o Egito…rs…tenho certeza que uma das minhas encarnações com certeza foi lá… e tenho fé que algum dia ainda nesta encarnação visito a terra do Nilo e das grandes pirâmides.

Adoro animais, sobretudo os cães. Tenho dois fofos raciados que são uns amores!

Não tenho muitos amigos, mas os poucos que considero, amo com todo o meu coração, embora não transpareça isso a maioria das vezes, eu os amo!

Já fui muito fria, mas hoje eu percebo que a aparente ausência de sentimentos era a minha forma de lidar com a perda… Me apego fácil as pessoas, e depois não quero vê-las partir… Sinto uma falta imensa de minha prima Karina…rs…minha companheira de tantas horas difíceis, minha cúmplice nas horas alegres… espero poder voltar a vê-la um dia! (Beijos Kari^^)

Bom, por hoje basta… poderia escrever por horas, mas outras oportunidades virão para desvendar um pouco mais sobre mim….no mais, Beijos!!!

1 comentário 30/03/2010

Post Inaugural

 

Depois de muito tempo dispersa, com sídrome de borboleta, ou melhor, síndrome de casulo…rs…resolvi escrever este diário….Histórias de Borboleta, um lugar onde posso escrever sobre tudo, sem censura, sem medo…um lugar onde posso abrir minhas asas e voar…

Add a comment 28/03/2010

Borboletas

Blogroll

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 1 outro seguidor